domingo, 25 de setembro de 2011

Peso da Alma

Já que meus dramas são tamanhos, eu precisaria encontrar um lugar em que eu pudesse compartilhar, mesmo que ninguém leia, uns pesos.


É horrível sentir um peso, não físico, um peso emocional. É horrível porque você não pode se livrar dele num piscar de olhos, nem pode pedir para alguém tirar, nem pode tirar por si só. E se pode, me ensine, porque não sei. Aliás, eu também não sei o motivo pelo qual, neste momento, minha alma pesa. Parece que algo está preso lá dentro, algo que nunca deveria ter entrado, algo que me deixa desconfortável diante do meu coração bobo, coração ingênuo. Andando pela rua, tentei fechar os olhos por 2 segundos e imaginar um lugar, qualquer lugar, um lugar que me faria ficar melhor. Eu não encontrei esse lugar nem nos meus olhos. É preciso desejo para mudar, não é? Mas é necessário força, e essa força só virá quando o peso diminuir. Quando o peso ser menor que a força. Quando minha inteligência ser maior do que meu sentimento. Quando eu não deixar me levar pela emoção, quando a razão prevalecer. A dificuldade que tenho com o peso na minha alma, não é o peso em si, é no que me transformo, é a pessoa amarga que me torno. Se você está sentindo sua alma pesada, um coração machucado, ofendido, pisado, você se fecha para tudo, você se fecha tanto que o que está lá dentro fica difícil de sair. É aí que o bicho pega.

3 comentários:

Calma, respira! disse...

Nossa que lindo.. esse texto é seu? Se for.. parabéns. Muito lindo mesmo (:
beijos, Lê
http://calmarespira.blogspot.com/

Manuella Trotta disse...

É meu sim! Muito obrigada, beijos Lê!

Andrezza Leal disse...

"[...]você se fecha para tudo, você se fecha tanto que o que está lá dentro fica difícil de sair. É aí que o bicho pega."
Se nos fechamos, não estamos dando abertura pra alguém nos ajudar. E é aí que o bicho pega mesmo!!! Hahah

Arrasou no post